Estrutura

 

Núcleos Apostólicos

Os Núcleos Apostólicos estão pensados como instância de articulação e colaboração entre obras e serviços apostólicos para favorecer o trabalho em rede e a transversalidade da missão, conforme Plano Apostólico da Província dos Jesuítas do Brasil. São também unidades geográficas de missão. O intuito é que um jesuíta nomeado como Superior e Coordenador de Núcleo acompanhe mais de perto, respectivamente, jesuítas e  colaboradores leigos (as).

A Preferência Apostólica Amazônia – PAAM possui quatro núcleos apostólicos: Núcleo Apostólico Manaus – AM, Núcleo Apostólico Roraima, Núcleo Apostólico Pará e Núcleo Apostólico Acre – Rondônia. Diferente do que acontece nas outras áreas geográficas da estrutura de missão no Brasil, é pensada a presença e ação da Província de forma diferenciada neste território, como decisão confirmada pelo Pe. Geral nos ajustes de estatuto. Deste modo, além de conformidade com o Plano Apostólico da Província, os núcleos apostólicos, na jurisdição da PAAM, devem estar em sintonia com a gestão estratégica do Delegado para a Amazônia que deverá fortalecer a conexão da PAAM dentro da Província sempre em estreita relação com o Projeto Panamazônico da Conferência dos Provinciais da América Latina e Caribe – CPAL e Rede Eclesial Pan-amazônica – REPAM. 

O desafio proposto aos núcleos é o trabalho em redes, em colaboração e à luz do discernimento, inclusive a partir de seus planos estratégicos locais, ou seja, de cada núcleo. Estes, pensado, refletido e proposto por colaboradores jesuítas e leigos (as) inacianos.

 

NEWSLETTER

NEWSLETTER

© Copyright Jesuítas Brasil – Preferência Apostólica Amazônia. Feito com por

NEWSLETTER

© Copyright Jesuítas Brasil – Preferência Apostólica Amazônia. Feito com por