Inicia este mês a Mostra CineFront Clube: Direitos Humanos na Amazônia

O Cinema de fronteira traz para as telas o debate sobre as realidades amazônicas, principalmente as que envolvem o sudeste do Pará. Mas, também se consagra como um momento oportuno de empoderamento das lutas sociais.
Mostra Cinefront Clube

Mostra Cinefront ClubeA Mostra CineFront Clube Direitos Humanos na Amazônia realizada numa parceria TramaTeia Produções e Instituto Zé Claudio & Maria – IZM, trata-se de uma atividade de cinema e educação itinerante com oficinas pedagógicas sobre direitos humanos e exibições de filmes seguidas de debates, passando por comunidades e escolas em áreas rurais, ribeirinhas e terras indígenas nos municípios de Marabá, Itupiranga, Nova Ipixuna e Bom Jesus do Tocantins, no sudeste do Pará, e também sessão na sede da Fundação Cultural do Pará, em Belém.

Os filmes selecionados são obras em média-metragem, de diretores paraenses ou erradicados na Amazônia, filmados na própria região, entre eles “Maria & Zé Claudio” (2022), que conta a história dos extrativistas-ambientalistas que inspiraram a criação do IZM. Os demais filmes são obras que tematizam a luta das comunidades amazônicas contra os impactos socioambientais da mineração, agronegócio, hidrelétricas e comércio madeireiro ilegal e pela defesa das suas culturas e territórios: Aquém Margens (2015), S11D Conflitos (2022), Piquiá de Baixo (2022), KATU (2019), Cantar é Saúde Timbira (2022), e Na Fronteira do Fim do Mundo (2022).

Para Claudelice dos Santos, coordenadora da IZM, a principal importância da Mostra é o olhar territorial sobre os acontecimentos, o contexto e as histórias de lutas e desafios do povo paraense. “A importância do CineFront para a região é principalmente porque fala da realidade da região, dessa região de fronteira, que é uma fronteira da expansão agrícola, do desmatamento, da violência no campo, na floresta e pelas águas, inclusive por megaprojetos”. Ela compreende que essa realidade por meio da cinematografia é capaz de “ser desvelada”, principalmente as que conotam conflitos enfrentados no cotidiano. Também vai colaborar para visibilizar “a cultura e sobre o modo de vida e de viver que são ameaçados de certa maneira”, afirmou.

A Mostra CineFront Clube Direitos Humanos na Amazônia é realizada com financiamento do Edital “Prêmio Mergulho – Fomento, Difusão e Produção Audiovisual com Ocupação da Casa das Artes, da Fundação Cultural do Pará (Edital nº 005/2023).

INFORMAÇÕES DE CONTATO

Felipe Moura

COMPARTILHAR

Notícias Relacionadas