Companhia de Jesus entrega à Arquidiocese de Santarém a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Desde 2013 paróquia era confiada à Companhia de Jesus.

Foto: Margarida Dias

Há um pouco mais de uma década a Companhia de Jesus é presença forte na Arquidiocese de Santarém. Em 2010, abriu uma frente de missão com a Pastoral Vocacional. Em seguida, 2013, lhe foi confiada a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Depois, em 2014, foi convidada a acompanhar as Pastorais Sociais da Arquidiocese. Em 2016, ela fundou o Espaço MAGIS de juventudes. E mais recentemente, em 2021, assumiu o acompanhamento e serviço aos povos indígenas do baixo Tapajós. Essas e outras memórias foram recordadas na noite de ontem (6), pelo Pe. David Romero, SJ (Delegado para a Preferência Apostólica Amazônia – PAAM da Província dos Jesuítas do Brasil), por ocasião da entrega da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro à Arquidiocese de Santarém.

Uma missa, em ação de graças pelo ciclo que se encerra, foi realizada na comunidade Menino Jesus pertencente à paróquia. Pe. David presidiu a celebração e com ele concelebraram os jesuítas: Pe. Marco Antônio de Oliveira Santos e Vanildo Pereira da Silva Filho. A missa foi transmitida pela Pastoral da Comunicação (PASCOM) nas redes sociais. Além disso, dezenas de fiéis estiveram presentes no local da cerimônia.

Posse da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em 2013. Na foto, da direita para a esquerda estão os jesuítas: Pe. Gilberto Versiani, Pe. Adilson Almeida e Pe. Nathan Stone.

Em uma fala dirigida à comunidade, Pe. David agradeceu a paróquia pelo acolhimento e cuidado que tiveram com os jesuítas que passaram em missão por Santarém e aos que ainda estão servindo ao povo santareno. Também refletiu sobre a importância dos ciclos da vida que marcam a história e “marcam nossas vidas”, disse ele ao referir-se a este processo de mudança.

Durante a celebração, o Pe. Marco Antônio (pároco desde janeiro de 2020) proclamou a Palavra de Deus inspirada no evangelho de João e Pe. Vanildo animou a assembleia com a homilia baseada no trecho bíblico “a verdade vos libertará”. Segundo Pe. Vanildo essa verdade é a vida nova trazida por Jesus.

Na missa, um coral, formado pelos membros das duas comunidades paroquiais, entoou o canto da oração de Santo Inácio de Loyola. Para o Pe. Marco Antônio, que se despede do ofício de pároco, esse “foi um momento emocionante! ”. Pois, o jesuíta no tempo em que esteve à frente da paróquia buscou implementar ações na linha da espiritualidade inaciana.

Após o momento da comunhão houve depoimentos de agradecimentos e um breve vídeo de homenagem à presença da Companhia de Jesus na paróquia.

“Em tudo amar e servir”, foi essa frase que sempre repetimos com muito orgulho por sermos uma paróquia confiada à Companhia. Seremos eternamente gratos por esses anos de muito aprendizado com nossos padres jesuítas que por aqui passaram e deixam em nossos corações um sentimento de amizade e companheirismo e em nossas ações um processo formativo integral”, disse Silene dos Santos Bentes, secretária da comunidade Menino Jesus.

O momento de ação de graças terminou com um delicioso lanche partilhado.

 

Fotos de Comunitária da Missa de Ação de Graças da entrega da Paróquia: Margarida Dias

 

 

 

INFORMAÇÕES DE CONTATO

Ana Lúcia Farias

COMPARTILHAR

Notícias Relacionadas

NEWSLETTER

NEWSLETTER

© Copyright Jesuítas Brasil – Preferência Apostólica Amazônia. Feito com por

NEWSLETTER

© Copyright Jesuítas Brasil – Preferência Apostólica Amazônia. Feito com por