Pe. Edson Tomé, SJ, assume Secretariado para Juventudes e Vocações e fala de articulação na Amazônia

O jesuíta é amazônida e possui uma caminhada importante com as juventudes.
Tomé

Foto: Larissa Barreiros | Programa MAGIS Brasil

O Pe. Mieczyslaw Smyda, SJ, Provincial do Brasil, nomeou, no final de junho, o Pe. Edson Tomé Pacheco Silva, SJ, como o mais novo Secretário para Juventudes e Vocações, Coordenador do Programa MAGIS Brasil e Diretor do Centro MAGIS Anchietanum, localizado em São Paulo (SP). No entanto, ele passou a assumir oficialmente os cargos somente no início deste mês de agosto.

O jesuíta tem 44 anos de idade e é amazônida. Ele nasceu e foi criado na pequena Vila de Camará, município da Cachoeira do Ararí (PA), incorporado à ilha do Marajó  que é considerada a maior ilha fluviomarítima do planeta. Pe. Tomé é filho de Emiliana Pacheco Silva –  mãe de dez filhos, animadora da vida cristã e líder comunitária. Em vida, sua mãe foi fonte de inspiração em sua caminhada.

Ingressou na Companhia de Jesus no ano 2000 e foi ordenado presbítero em julho de 2012. Pela Universidade Pontifícia Comillas – UP Comillas (Espanha) ele é mestre em Teologia Espiritual e especialista em Espiritualidade Inaciana. É licenciado em Teologia pela Pontifícia Universidade Javeriana (Colômbia) e é Bacharel em Filosofia pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE – Brasil).

A trajetória do Pe. Tomé com o mundo juvenil vem antes mesmo da nomeação do provincial e envolve a seriedade e comprometimento dele ao longo de anos dedicados aos jovens amazônidas, com uma rica experiência coletiva de articulação da Rede Inaciana de Juventudes na Região Norte do Brasil iniciada em 2012. À frente dessa missão ocupou o cargo de coordenador de juventudes e vocações na BAM (Antigo Governo da Companhia de Jesus: Região Brasil – Amazônia) e Diretor do Centro Magis de Juventude, em Belém (PA). Posteriormente, assumiu o cargo de Diretor do Centro MAGIS Amazônia, em 2018, quando a obra se configurou também como uma articulação nacional do Programa MAGIS Brasil na região amazônica.

Em entrevista concedida ao site da Preferência Apostólica Amazônia (PAAM), o jesuíta comentou sobre a sua nova missão e o que se pode esperar dele em relação a uma maior articulação com a Amazônia de maneira integral. “Nosso sonho é, a partir das nossas estruturas, oferecer as melhores condições para melhor acompanhar os jovens e as jovens amazônidas na construção do seu projeto de vida, como dom e serviço aos demais, e em rede de colaboração com todas as organizações e grupos que tem como missão o trabalho com jovens nesta importante região da Pan-Amazônia.” Afirmou ainda que isso acontecerá por meio do próprio Programa MAGIS “que busca contribuir no processo de formação integral dos jovens. ”

Pe. Tomé teve os primeiros contatos com a espiritualidade inaciana ainda jovem e para ele essa espiritualidade se tornou um porto seguro “para seguir trilhando um caminho de seguimento a Jesus e de serviço aos demais.” E, é a partir dessa espiritualidade que deseja escutar, acompanhar e caminhar junto com os jovens nessa nova missão.

 

Ainda não assistiu a Mensagem do novo Secretário para Juventudes e Vocações? Clique Abaixo!

 

 

 

INFORMAÇÕES DE CONTATO

Ana Lúcia Farias

COMPARTILHAR

Notícias Relacionadas

NEWSLETTER

NEWSLETTER

© Copyright Jesuítas Brasil – Preferência Apostólica Amazônia. Feito com por

NEWSLETTER

© Copyright Jesuítas Brasil – Preferência Apostólica Amazônia. Feito com por