Quem é o novo delegado para a PAAM, Pe. Rogério Mosimann, SJ?

O jesuíta já foi missionário no Haiti, lecionou aulas de Teologia e servir às pessoas empobrecidas e marginalizadas está em sua vocação.
Delegado para a PAAM - Pe. Rogério Mosimann, SJ

Padre Rogério Mosimann da Silva, SJ, tomou posse como novo delegado para a Preferência Apostólica Amazônia (PAAM) em cerimônia realizada no último dia 29 de novembro, na capela da Casa de Retiros Ir. Vicente Cañas, em Manaus (AM). Ele havia sido nomeado pelo Superior Geral da Companhia de Jesus, Arturo Sosa, SJ, em comunicado oficial no dia 30 de outubro. O jesuíta substituirá o Pe. David Hubald Romero, SJ, em suas funções à frente da missão na região amazônica.

Pe. Rogério, nascido em Florianópolis(SC), tem 60 anos de idade, é o penúltimo de 7 irmãos, filho de Ita Mosimann da Silva e José Alves da Silva. No próximo dia 07 de fevereiro completará 40 anos de Companhia de Jesus. Além disso, tem mais de 20 anos de ordenação presbiteral. É licenciado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e bacharel em Filosofia e Teologia pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (Faje), em Belo Horizonte (MG). Possui mestrado em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerias e Doutorado em Teologia pela Escola Superior de Teologia (EST) dos Luteranos, em São Leopoldo (RS), com tese doutoral nas homilias de Dom Óscar Romero, o bispo mártir de El Salvador.

Em 1981, antes de ingressar na Companhia de Jesus, o jesuíta morou 1 ano em Manaus com os pais, cidade sede de sua nova missão apostólica como delegado.

Entre obras e serviços que atuou ao longo dos anos, está o Colégio Anchieta onde lecionou Ensino Religioso, a Paróquia Santíssima Trindade na qual realizou atividades pastorais e, a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), com atuação na equipe da Pastoral Universitária. Todas as instituições em Porto Alegre (RS).

Ainda no Rio Grande do Sul, mas na cidade de Pelotas, colaborou com Núcleos de Espiritualidade Inaciana, com a Universidade Católica de Pelotas e Santuário de Adoração Perpétua. À época, lecionava e colaborava com atividades pastorais de atendimento espiritual, inclusive serviu como capelão dentro da Universidade.

A Paróquia Santíssima Trindade em Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte (MG), foi outro lugar de missão ministerial.  Além disso, também atuou como sócio de mestre de noviços, em Cascavel (PR).

Uma experiência marcante foi a sua passagem como missionário no Haiti, ali foi mestre de noviços e colaborou na difusão da espiritualidade inaciana.

Sua última missão, antes de assumir como delegado para a PAAM, foi em Porto Velho (RO), onde exerceu a função de vigário da Paróquia Santa Luzia, colaborou na área da espiritualidade paroquial e arquidiocesana, além de lecionar Teologia na Faculdade Católica de Rondônia e colaborar com a Pastoral Universitária local.

Sobre temas que o inspiram e o movem, Pe. Rogério, relata:

A raiz da vocação que fui escutando do Senhor se situa no apelo de servir às pessoas empobrecidas e marginalizadas, “para que tenham vida”. Esse chamado foi sendo redimensionado e aprofundado ao longo do tempo, ganhando novos rostos e modalidades, mas nunca me abandonou.

Outra vertente é o mundo da cultura (a “letrada” e a “popular”) – a abertura e prática do diálogo – a partir da fé, do evangelho, com os setores da sociedade para além do ambiente eclesial.

Também caminhar junto, em sinodalidade, como nos indica Francisco, não apenas como Igreja, mas como humanidade, na construção de um mundo mais justo, mais fraterno, mais solidário, de maior cuidado com a vida humana e com toda a “nossa Casa comum”.

E, a partir destes últimos anos: a Graça e a Gratidão de compartilhar a missão na Amazônia!, e a necessidade de “amazonizar-me”, para melhor servir neste chão é outro tema que me move, juntando-me a tanta gente que já vem generosamente entregando sua vida aqui.

É claro que “pobres” “cultura(s)” e “Amazônia” não constituem realidades separadas, mas sim dimensões que se interconectam e devem se articular entre si, assim as vejo.

 

Assista ao vídeo do 1º discurso do novo padre delegado:

 

INFORMAÇÕES DE CONTATO

Ana Lúcia Farias

Publicitária e educomunicadora. Especialista em Comunicação e Design Digital e Responsável pelo Escritório de Comunicação dos Jesuitas do Brasil na Amazônia.

COMPARTILHAR

Notícias Relacionadas