Uma missão da Companhia: a devoção ao Sagrado Coração de Jesus

A devoção ao Sagrado Coração de Jesus é uma reiteração do mesmo gesto realizado pelo Pe. Pedro Arrupe, SJ, há 50 anos, e por seus seus predecessores.
Sagrado Coração de Jesus

A Companhia de Jesus tem a missão, confirmada desde o final do século XIX, de promover a devoção ao Coração de Jesus. Por meio da espiritualidade dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio, a família inaciana ao redor do mundo é convidada a um conhecimento interior de Cristo que culmina na “Contemplação para alcançar o amor”, para “amar e servir em tudo”.

Nesta sexta-feira (16 de junho), celebra-se o Dia do Sagrado Coração de Jesus. O Pe. Frédéric Fornos, SJ, Diretor internacional da Rede Mundial de Oração do Papa Francisco, escreveu ao site jesuits.global há um tempo atrás sobre a relação dos jesuítas com essa santa devoção, onde ele diz:

“Ao longo da sua história, os Jesuítas aprofundaram e deram a conhecer a devoção ao Coração de Jesus. Isso não surpreende para quem conhece os Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola, pois eles promovem um conhecimento interior de Cristo que culmina na “Contemplação para alcançar o amor” e “em tudo para amar e servir”. Poucos sabem que a Companhia de Jesus escolheu o Apostolado da Oração – hoje a Rede Mundial de Oração do Papa – como meio privilegiado para promover a devoção ao Coração de Cristo.

Em 1883 os Jesuítas declararam: “que a Companhia de Jesus aceita e recebe com espírito transbordante de alegria e gratidão, o leve encargo (segundo a expressão latina munus suavissimum) que Nosso Senhor Jesus Cristo lhe confiou para praticar, promover e propagar a devoção ao seu divino Coração”. Em dezembro de 1871, o Pe. Beckx, Superior Geral dos Jesuítas, consagrou a Companhia ao Sagrado Coração de Jesus. Em 1896, o P. Luis Martín, então Superior Geral (1892-1906), aceitou ser o Diretor Geral do Apostolado da Oração, a pedido da Sagrada Congregação dos Bispos. Em 1915, a 26ª Congregação Geral dos Jesuítas vinculou a promoção da devoção ao Coração de Cristo com o desenvolvimento do Apostolado da Oração. Em 1972, o P. Pedro Arrupe, Superior Geral da Companhia de Jesus de 1965 a 1983, quase cem anos depois do P. Beckx, consagrou a Companhia ao Coração de Cristo.

O Papa João Paulo II, em 1986, confirmou a Companhia de Jesus na missão que recebeu do próprio Cristo, de difundir a devoção ao seu Divino Coração, e também no ambiente privilegiado que ela escolheu para realizar esta missão, ou seja, o Apostolado da Oração. O P. Adolfo Nicolás, Superior Geral de 2008 a 2016, promoveu a recriação do Apostolado da Oração e assim atualizou o seu fundamento espiritual, a devoção ao Coração de Cristo.

Em 2018, o Papa Francisco estabeleceu a Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração) como uma Pontifícia Sociedade para sublinhar o caráter universal desta missão. Após 10 anos de recreação, esta Fundação vaticana propõe, segundo o desejo de São João Paulo II, a devoção ao Coração de Cristo de forma renovada.”

O vídeo do Papa

O Vídeo do Papa é uma iniciativa oficial de alcance global cujo objetivo é difundir as intenções de oração que o Santo Padre confia a Rede Mundial de Oração mensalmente. Além disso, o projeto conta com o apoio de Vatican Media. Atualmente, está disponível em 21 idiomas, 14 com presença em várias redes sociais (websiteFacebookTwitterYoutubeInstagram, newsletter). Além do vídeo, podes encontrar outros materiais, como infografias sobre a intenção de oração mensal.

 

Conheça o vídeo do Papa para este mês de Junho:

INFORMAÇÕES DE CONTATO

Felipe Moura

COMPARTILHAR

Notícias Relacionadas